Good girls go to heaven, bad girls go everywhere!!

O que vai cá dentro nunca ninguém me vai conseguir tirar. É forte, é duro, é sentido. É perturbador este sentimento. Tu foste a única, mas mesmo a única pessoa que me acordou, fazias parte da minha rotina. É tudo tão simples como eu me levantar ou como eu me deitar. Não tenho medo de dizer que vais ser a pessoa a quem o meu coração pertencerá, a minha cabeça, o meu sentimento. É tudo fabuloso, lutamos um pelo outro mesmo tendo pessoas que nos foram impedindo no nosso caminho, mesmo tendo pessoas a tentar estragar tudo e até aquelas que nunca concordavam com o nosso amor. Não derramo lágrimas porque me apetece, derramo sim porque o que tinhamos desapareceu. Sofro todos os dias, cada dia é uma luta e ao fim de todos os dias sinto mais uma derrota. Foste quem me piscou o olho, quem me deu a mão, quem me pôs os pés bem assentes no chão. Não escrevo por querer, eu escrevo sem me aperceber. Hoje, sei que nada sei de ti. Olho à minha volta e não te vejo, vou à tua procura e não te encontro: FUGISTE MAIS UMA VEZ? Fomos vivendo os nossos momentos, vivendo largas aventuras, partilhando sentimentos e revivendo tudo depois e depois do depois. Volta. Volta a sorrir, a dar-me a mão, a piscar-me o olho e meter-me com os pés no chão. "Eu era feliz". Meto a mão na cabeça, revejo tudo de novo, olho em frente e já não lá estás para me abraçar. Estou doente com esse teu orgulho, doente por saber que não vou aguentar muito mais tempo longe de ti. Não me deparo com palavras certas para descrever tudo isto, mereces mais do que eu não te consigo dar. Hoje olhaste-me nos olhos e não consegui ver onde parava o que sentias, mas tu sabes que o que sinto, vai ser para sempre. Fizémos história, fascinámos, deixámos pessoas orgulhosas porque passamos por tudo e por todos para realmente fazer o que fizémos até hoje. Ainda te escrevo, ainda te desenho, ainda continuo à tua espera, sempre estarei.

(Inventado)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seguidores