Good girls go to heaven, bad girls go everywhere!!
O dia acabou depressa , pouco a pouco as estrelas deixam-se revelar aos nossos olhos e o céu rapidamente se torna brilhante. As ondas deste meu mar parecem agora querer beijar lentamente a face dessa tua terra e o pequeno beija-flor deste meu jardim contempla com ternura a beleza da tua forma. Apreciando atentamente cada detalhe deste teu ser. A inocência dos meus gestos são claros quando me encontro junto a ti. A razão rapidamente perde-se, e o sentimento toma conta do meu ser. Tu, apoderas-te de mim, tornamos-nos um só.

As histórias que a minha alma quer contar não correspondem às que a minha mente vê. A ingenuidade que em mim reside não desaparece e a esperança, oportunista por natureza, parece encontrar a fenda, a ruptura perfeita, na extremidade do meu ser. Deixando-me perdida, confusa, desprotegida.
Oh, mas tu que nessas incertezas vives, aparentas uma calmaria bastante digna. Os olhos com que contemplas o mundo acabam por expor o reflexo da tua alma. E nesse mesmo reflexo a minha própria ingenuidade é clara. Esta presente, sempre presente.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seguidores