Good girls go to heaven, bad girls go everywhere!!

Anos que se transformam em segundos, segundos que parecem anos!

Porque 20 anos repletos de algumas tristezas e muitas alegrias tinham de passar à minha frente em apenas alguns segundos?!
Anos que se transformam em segundos, segundos que parecem anos.
Dizem que tudo acontece por uma razão, será que isto tinha mesmo de acontecer? Será que teve mesmo uma razão de ser?
Talvez me tenha ensinado algo sim.
Talvez me tenha ensinado a aproveitar cada momento da minha vida por muito "insignificante" que seja.
Talvez me tenha ensinado que nunca e demais dizer Amo-te, porque há-de chegar um dia em que não o poderemos dizer mais, e aí vamos arrepender-nos de não o ter dito mais vezes.
Quando os "segundos" passam e tudo fica bem, é que percebemos quem realmente é importante na nossa vida, já que é nessas pessoas que pensamos em primeiro lugar.

Antes que venha a arrepender-me de nunca o ter dito:

- Pai, és sem dúvida a melhor pessoa que conheço. Desculpa por todas as vezes que alguma atitude minha te possa ter magoado. És o homem da minha vida!

- Mãe, por muitas más fases que já tenhamos tido, por muitas coisas que já te tenha dito das quais me arrependi, por muitas que tu me tenhas dito das quais eu sei que também te arrependeste, eu dava a minha vida por ti. És MÃE, és tudo!

- Mana, acho que só agora que não te tenho perto de mim todos os dias é que sei o quanto significas para mim. As saudades são muitas. Quando sei que algo menos bom te acontece sinto-me triste por teres passado por isso e, dá me vontade de chorar, saber que por alguma razão alguém te fez chorar.

- Avô e avó, sem vocês o que era da minha vida? O que seria de vocês se alguma vez me acontecesse alguma coisa? Sei que nunca iriam aguentar. Custa-me tanto estar longe de vocês e saber que tu avó, todos os dias choras por não me ter ao teu lado, como quando era pequenina.

- Padrinho, sem dúvida a pessoa que melhor me compreende, que em qualquer ocasião me faz sorrir.

- Cláudia, Roberto, Romeu, Grade, Paula, Dinis, Fred e Mauro, peço desculpa por alguma atitude menos boa que possa ter tido com vocês, são tão importantes para mim, a minha "segunda família". Aqueles que me fizeram com que Beja fosse a minha casa. Aqueles que tornaram alguns momentos tão mais fáceis.

- Marcela, não sei como explicar o que sentimento que desenvolvi por ti. És mesmo mesmo importante para mim, já nada faz sentido sem ti por perto. Todos os momentos, todas as vezes que rimos juntas, as vezes que chorámos juntas, nada me vai fazer esquecer isso, nada! Queria pedir-te que, se alguma coisa me acontecer, me desculpes por não ter estado cá mais tempo contigo, e que digas ao Di o quanto eu gosto dele. Sim porque eu não preciso de te dizer, tu sabes, olhas para mim e consegues perceber o quanto ele é importante para mim.

AMO-VOS A TODOS! SÃO A MINHA VIDA E NUNCA VOS TROCAVA POR NADA! SE EU SOU O QUE SOU ISSO DEVO-O A VOCÊS!

(Matilde e "Rafael" ainda não vos conheço, ainda não vos tenho, mas de uma coisa tenho a certeza, também vos amo.)

Porque amanhã pode ser tarde demais!
:'(

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seguidores